Pesquisas e Expedições na Antártica

 

Quando o Tratado da Antártica foi celebrado, em 1959, estabeleceu-se que a região ao sul do paralelo 60º S poderia ser usada apenas para fins pacíficos e com liberdade para a realização de pesquisa científica e promoção da cooperação internacional do Continente.

O Tratado, que proíbe qualquer atividade de natureza militar, entrou em vigor em 1961, ratificado por 12 países, incluindo o Brasil, que aderiu em 1975. Atualmente são 47 os países signatários (28 membros consultivos e 19 não consultivos). Cerca de 27 nações possuem estações de pesquisa estabelecidas na Antártica. Em 2004, fundou-se o Secretariado do Tratado da Antártica, com sede em Buenos Aires.

Mais: Mapa das Bases Científicas

 

 

Pesquisadores da Estação McMurdo, fundada em 1956, na Ilha de Ross, lançam um balão meteorológico na Antártica.

 

 

Balão

 

Estação Comandante Ferraz, do Brasil, há mais de 20 anos na Baía do Almirantado, Antártica. Tem participação do INPE (foto: Ana Nascimento/ABr).

 

Mapa Antártica

 

Historia

 

Estação de pesquisa da Argentina, na Antártica.

 

A Estação Amundsen-Scott, dos Estados Unidos, no Polo Sul.

 

Estação dos Estados Unidos

 

Passageiros usam cores vivas para não se perderem em meio ao gelo. A bandeira marca o local de desembarque para os barcos infláveis.

 

Ossada de baleia na Baía do Almirantado.

 

Antártica

 

Baía do Almirantado

 

Estação de Pesquisa

 

Pesquisador

 

Bases Cientificas

 

Fauna Antartica

 

Copyright © Guia Geográfico - Pesquisa e Expedições na Antártica, Antarctica, Antártida.

 

 

Brasil

 

Aurora

 

Pesquisas e Expedições na Antártica

 

 

Antartida

 

 

 

 

 

 

 

 

Ana Nascimento